Faça uma pesquisa

Validating credentials, please wait...

Home

SEGURANÇA E SINALIZAÇÃO FORAM OS PONTOS ALTOS DA REUNIÃO DO CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA

SEGURANÇA E SINALIZAÇÃO FORAM OS PONTOS ALTOS DA REUNIÃO DO CONSELHO COMUNITÁRIO DE SEGURANÇA

Na última quarta-feira (16/05) aconteceu na UEMS a reunião do Conselho Comunitário de Segurança, a reunião se deve aos dois últimos acidentes envolvendo caminhões canavieiros da Usina São Fernando tendo uma vítima fatal de 18 anos.

Estiveram presentes na reunião o Presidente do Conselho Jésu Emerick Guimarães, Hélio Isidorio Vieira Vice-presidente do CCS e Presidente da Assema, 1ª Secretária do CCS Nely Ratier, 2ª Secretária do CCS Cleusemar Wosniak, Dafne Da Veiga Ribas membro do CCS, Roberto C. Rocha Conselho de Ética do CCS,  o Prefeito Maurilio Ferreira Azambuja, o Presidente da Câmara Hélio Albarello, os Vereadores Robert Ziemann, Eliane Simões, Marenice Penajo, representantes da Coamo, Cooperativa Lar, Biosev, Usina São Fernando, Tonon Bioenergia, Delta Biocombustível, B2 publicidade, Maracaju Em foco, Tudo do MS, Maracaju Speed, Assema, UEMS, Detran, Agesul, Gemutran, Policia Civil, Bombeiros, Policia Militar e Rotary Clube.

A Associação Empresarial de Maracaju tem quatro representantes no Conselho Comunitário de Segurança que estão lá para visar melhorar a segurança do nosso município, lutar pelos direitos dos nossos cidadãos e sempre colocar a vida em primeiro lugar.

O Presidente do Conselho Jésu Emerick Guimarães deu início a reunião “Estamos  reunidos hoje com o  objetivo de encontrar alguma proposta dos dirigentes das usinas da região  para amenizar ou até mesmo resolver os graves acidentes que envolvem direta e indiretamente a responsabilidade dos Caminhões Canavieiros, porque esse grave problema vem assolando a sociedade Maracajuense,” logo em seguida o presidente passou a palavra para o Comandante da 2ª CIPM Coronel Pereira que foi o idealizador desta reunião para que junto com a comunidade possam tomar providencias urgentes para a extinção destes acidentes, assim como ouvir as usinas sobre as atitudes que cada uma já tem para a contratação, adequação e preparação dos motoristas pela conscientização com relação aos acidentes e vidas que todos são responsáveis.

“Nós estamos aqui hoje para primeiramente preservar a vida, nada mais importante que uma vida e fomos acometidos por acidentes fatais, precisamos averiguar quais são os fatores que contribuem para estes acidentes e junto com os representantes das Usinas ver o que poderemos fazer para diminuir os acidentes e ter uma via mais segura, ” relatou o Coronel.

Só neste ano já ocorreram três óbitos decorrentes a acidentes em estradas, desde 2016 ocorreram mais de 18 acidentes nas estradas de Maracaju e região. Alguns pontos foram fomentados como a sinalização das vias, sinalização dos caminhões que saem das estradas vicinais, velocidade, carga excessiva, esses são alguns fatores que teriam que mudar para diminuir o número de acidentes.

O Batalhão da Policia Rodoviaria Estadual se comprometeu em intensificar a fiscalização de trânsito na região, bem como, de orientar os usuários das rodovias para minimizar as dificuldades e prevenir acidentes. Os representantes das Usinas e Empresas de Transportes de Grãos, iriam fiscalizar e cobrar que os motoristas dos canavieiros e carretas Bi trem, façam a limpeza das faixas refletivas, afixadas nos veículos, e que andem com os itens de segurança nas carretas, como: cones, triângulo, sinalizadores de led e giroflex.

Foi debatido a questão dos caminhões e carretas canavieiros usem a tela de proteção nas cargas, evitando que toletes de cana atinjam os veículos e mesmo caiam sob a pista de rolamento.

Após a reunião o Comandante do Batalhão da Policia Rodoviária Estadual, Wagner Ferreira da Silva, informou que as fiscalizações já estavam em ação e que os motoristas estavam sendo orientados a limpar as faixas refletivas antes de entrarem na BR.

No final da reunião o conselho CCS, juntamente com as demais empresas representadas marcaram a próxima reunião para daqui 60 dias juntamente com o promotor da cidade, para que sejam passadas estatísticas da prevenção e ações que deram resultados na diminuição de acidentes de acidentes envolvendo estes veículos. A ação teve início após um acidente ocorrido na MS-157, com sentido a cidade de Itaporã, bem próximo a ponte do Rio Santa Maria, a cerca de 55 quilômetros de Maracaju, onde morreu a jovem Stefani Ferreira de Oliveira (18).  O intuito da reunião foi buscar ações de prevenção, para evitar que novas vidas sejam perdidas em acidentes desta natureza envolvendo caminhões canavieiros e bi trem.