Faça uma pesquisa

Validating credentials, please wait...

Home

Autoridades se reúnem para discutir melhorias para o trânsito de Maracaju

Autoridades se reúnem para discutir melhorias para o trânsito de Maracaju

Representantes da Prefeitura Municipal, Câmara dos Vereadores, GEMUTRAN, Polícia Militar e Civil e empresários de Maracaju se reuniram hoje no auditório da PM em Maracaju para discutirem sobre soluções para o trânsito de Maracaju, bem como buscando atenção às autoridades sobre o problema com os caminhões e a sinalização no trânsito.

A reunião buscou aprontar as principais dificuldades enfrentadas com os caminhões e a falta de sinalização na cidade, tendo em vista que, apesar de já ter iniciado a obra da Cidade dos Caminhões, e a implantação de novos semáforos e placas de sinalizações, o problema ainda persiste, já que, segundo as autoridades presentes, de nada adianta se os motoristas não respeitarem as normas legais de trânsito, como exemplo a falta de respeito aos locais aonde a velocidade é controlada, e as faixas amarelas proibindo estacionar que muitas vezes não são respeitadas.

Segundo informações do Comandante da Polícia Militar de Maracaju, Coronel Pereira, aponta que, em média, a cada 5 dias acontece um acidente na cidade por desrespeito às leis de trânsito, e que ainda a aplicação de multas e apreensão de veículos (que segundo afirma o comandante gira em torno de 6 multas ao dia) não resolvem o problema.

Foi apontado a questão da falta de sinalização dos semáforos do cruzamento com a José P. da Rosa com a Antônio de S. Marcondes (Beef Nobre), que, segundo Fábio, diretor da GEMUTRAN, a implantação de placas proibindo os veículos de virarem à esquerda ou direita, por conta dos caminhões que trafegam por aquela via e, caso fosse proibido os mesmos teriam que trafegar pelas ruas do BNH ou Cambaraí, aonde causaria maiores complicações pela largura das ruas.

“Já estamos fazendo melhorias na sinalização de Maracaju…hoje o que mais precisamos é a ajuda das autoridades para realizar o mais viável para o trânsito de nossa cidade…a implantação de quebra-molas na cidade necessita de um estudo, pois é proibido por lei implantá-los em qualquer lugar” – aponta Fábio.

Ainda, sobre a questão das obras de pavimentação e sinalização, já foram destinados 400 mil reais para realizar o recapeamento do asfalto no bairro Alto Maracaju, bem como melhorar a sinalização das ruas.

Outro ponto levantado foi a questão de transformarem algumas vias em mão única, como a rua 11 de Junho, Melanio Garcia Barbosa, Comandante Camisão e Antônio de Souza Marcondes afim de controlar o tráfego de veículos. Entretanto, conforme afirma o vereador Robert Ziemann, alguns empresários ainda possuem resistência às vias de mão única, acreditando que possa interferir em seus negócios.

O delegado da Polícia Civil, Amilcar, também se pronunciou, dizendo que, a melhor forma de discutir sobre eventuais soluções para o trânsito seria pensar no geral, como um todo e não apenas em alguns pontos específicos da cidade, pois, ao solucionar um problema, logo apareceria outro.

Como conclusão, será aberta uma audiência pública prevista para o próximo ano afim de discutir sobre a reeducação no trânsito, bem como será feito um estudo de um projeto para o trânsito em Maracaju, assim como a alternativa de incluir fiscais de trânsito uniformizados nas ruas da cidade.

Assessoria